Press "Enter" to skip to content

Um sentimento chamado Gaia

Boa tarde, chamo-me Ema Gomes, tenho 16 anos e nasci, cresci e estudei sempre em Vila Nova de Gaia, sou uma gaiense de coração!

Estou neste momento no 10° ano no curso de línguas e humanidades para seguir jornalismo. Uma área de comunicação e talvez também em junção a fotografia (dependendo do tipo de jornalismo que eu escolha no futuro), duas áreas que eu gosto muito! 

Sou apaixonada pela minha cidade e por fotografia paisagística, um tipo de fotografia que com muita visão e oportunidade, quem fotografa talvez consiga chegar ao sentimento desejado que é fazer as outras pessoas, sintam ao olhar para aquela fotografia, o ambiente que estava presente no momento em que toda aquela situação retratada na fotografia foi registada. Seja o barulho, o vento, as vozes, os cheiros, as cores e a luz, que são características que retratam bem, a meu ver, as cidades, ou países ou apenas um determinado local de um jardim por exemplo.

 

A fotografia que envio em anexo foi num dia ensolarado onde estava perto do Jardim do Morro, na altura da escola, com imensos testes e exames “à porta”, onde eu complicava tudo e era muito pessimista. Tive um momento de calmaria no meio de toda essa agitação e encontrei a tal situação/oportunidade que eu sentia que podia retratar o que eu entendi naquela tarde. Que nem tudo era assim tão complicado ou tão negativo quanto eu pensara!

Os exames foram passado uns dias e correram muitíssimo bem! 

Espero que consigam sentir e imaginar o local, os barulhos dos turistas que visitam muito Gaia, e do barulho das gaivotas, com aquela fantastica visão do jardim do morro para o rio e a ribeira de Gaia!

Obrigada pela atenção, cumprimentos,

Ema Gomes