Press "Enter" to skip to content

Lampreia à Canelas

Lá em casa uns odeiam, mas eu adoro, uns dos maiores petiscos do Norte de Portugal

  1. Escalda-se a lampreia viva em água a ferver.
  2. Raspa-se a lampreia com 1 faca para retirar a camada viscosa e esfregasse com uma toalha de estopa.
  3. Depois lava-se em água fria e coloca-se numa tigela grande com o vinho, e corta-se-lhe a cabeça.
  4. Em seguida faz-se 1 corte ao longo dos 3 últimos orifícios inferiores.
  5. Faz-se 1 outro corte na região anal, cortando o orifício q existe junto à cauda tendo o cuidado de não furar o tubo digestivo para q o conteúdo deste não vá estragar o vinho e o sangue da lampreia q escorreu para o recipiente.
  6. Retira-se em seguida, rápida e cuidadosamente, a tripa inteira.
  7. Corta-se a lampreia em postas de 4 a 6 cm q se introduzem no sangue com o vinho o tempera-se com sal, pimenta e ramos de cheiros.
  8. Deixa-se nesta marinada cerca de 1 h.
  9. Pica-se a cebola e leva-se ao lume num tacho co, o azeite a alourar, juntam-se as postas da lampreia escorridas, o presunto cortado em dados e deixa-se refogar durante 10 minutos.
  10. Em seguida rega-se com a marinada, na qual se desfez a farinha.
  11. Coze-se em lume brando durante 20 minutos, tendo o cuidado de mexer de vez em quando
  12. Quando a lampreia estiver cozida retira-se do tacho e deixa-se apurar o molho mais 10 minutos.
  13. Passa-se por 1 passador para 1 outro tacho e junta-se a lampreia.
  14. Leva-se ao lume para aquecer.
  15. Numa travessa colocam-se as fatias de pão torrado cortados em quadrados, e sobre cada 1 delas põe-se uma posta da lampreia.
  16. Rega-se com o molho, polvilha-se com salsa picada e serve-se acompanhado de arroz branco.